Varandas: 7 dicas para criar seu oásis urbano

As varandas vão muito além de um simples espaço externo para quem mora em apartamento, o ambiente é mega desejado e pode se transformar em espaço gourmet, área para receber, cantinho de descanso, área verde e até uma extensão do living.

Na hora de decorar, não se esqueça que o espaço precisa ficar o mais agradável possível, para que você e seus convidados fiquem à vontade em um ambiente aconchegante. Por isso, a escolha dos objetos de decoração, flores, vasos, mesas e cadeiras, poltronas, entre outros itens são super importantes e farão toda a diferença.

Confira sete dicas incríveis da arquiteta Liliana Zenaro, para repaginar sua varanda e transformá-la em um espaço mais convidativo e funcional:

1. Área Gourmet: sonho de consumo de muita gente, esse espaço é perfeito para quem gosta de receber os amigos em torno da mesa de refeições e ficar papeando por longas horas. Se o apartamento já tiver pia e churrasqueira, basta caprichar nos revestimentos e acessórios, os painéis de madeira ou mosaico de pedras naturais são perfeitos para valorizar essas peças e até disfarçar quando não estiverem em uso. Mas se não vier preparado com essa infraestrutura, não se preocupe, pois existem inúmeras soluções de churrasqueiras, cooktops e fornos elétricos para compor um belo espaço para os amantes da gastronomia. E para complementar, não se esqueça do frigobar e adega, que a cada dia surgem modelos com design únicos e cada vez mais descolados;

2. Integração com o living: essa opção já virou tendência e funciona tanto para as áreas grandes com espaços gourmet, quanto para varandas menores, pois acabam aumentando a extensão da sala. Para criar uma unidade visual, remova barreiras como portas e janelas, e use os mesmos revestimentos no piso e nas paredes. Nesse caso, o ideal é fechar a varanda com cortinas de vidro e usar persianas para driblar o sol;

3. Cantinho para relaxar: nada como poder relaxar ao ar livre e tomar um pouco de sol na varanda da sua casa, pode ser em uma rede, espreguiçadeira, futons ou poltronas. O importante é caprichar nos detalhes para deixar esse cantinho ainda mais acolhedor…que tal investir em almofadas, mantas, velas, lanternas e vasos? Usar garden seats como apoio dão um charme adicional e ainda servem como assentos para as visitas;

4. Paisagismo: se a varanda for pequena, invista num jardim vertical, use ripas ou painéis de madeira para forrar uma das paredes e fixar vasos ou jardineiras. Se o espaço permitir, use vasos de tamanhos e alturas diferentes, principalmente nos cantos do ambiente. Combine também plantas mais altas com outras volumosas, criando um visual harmônico. Tenha cuidado ao irrigar as plantas, prefira soluções com coletores de água;

5. Janelas e Persianas: se a sua opção for a integração com o living, o fechamento com vidros e colocação de persianas com filtro solar é super recomendado. Mas se decidir manter a varanda aberta, com cara de quintal, considere essa saída caso o vento, o barulho e a poluição não derem trégua. Você pode recolher as persianas e os vidros quando o dia estiver agradável, e fechá-los somente quando for necessário;

6. Móveis: se a sua varanda não for fechada, escolha móveis e tecidos especiais para área externa, assim você não precisa se preocupar em guardar tudo quando chove ou com o estrago que o excesso de sol pode provocar. Os materiais próprios para suportar sol e chuva, evitam a manutenção constante e mantêm os móveis bonitos por mais tempo;

7. Marcenaria: como sempre, é a melhor solução quando a idéia é aproveitar o espaço ao máximo. Bancos em “L” são ótimas pedidas, assim como prateleiras suspensas para os vasos ou bancadas que viram mesas de refeição. Se a sua varanda acomoda o equipamento de ar-condicionado, você pode criar painéis para disfarça-lo e ainda usa-los como jardim vertical ou como uma horta suspensa com temperos.

Varandas: 7 dicas para criar seu oásis urbano

The High Line – NY

O High Line é um dos lugares must go de Manhattan, o parque linear fica literalmente nas alturas e tem uma extensão equivalente a 19 quadras…localizado em uma antiga via férrea elevada, o jardim suspenso foi contruído em 2009. Recentemente foi inaugurada uma nova área, na altura da 30th – 34th Street, com uma vista imperdível e maravilhosa do Hudson River, o pôr do sol desse ponto, é inesquecível!

Talvez o segredo do imenso sucesso do High Line, tenha sido a reciclagem de uma antiga e abandonada linha de trem, em uma área verde, elegante, agradável e cool. O lugar é perfeito para ler um livro, relaxar ou apenas observar de longe, a agitada vida nova-iorquina, do jardim e bancos instalados no espaço.

Após a criação do parque, os tradicionais galpões e fábricas da região, se transformaram em estúdios de design, galerias de arte, museu, lojas e restaurantes.

Além das entradas principais, localizadas nas extremidades, a favorita do Life’s Chic é da 23rd Street com a 10th Avenue. Se ainda não conhece, vale super fazer o passeio de ponta a ponta, já que o parque atravessa os bairros: Meatpacking, Chelsea e Hell’s Kitchen, assim, aproveita para passar por lugares inusitados e diferentes da amada NY. O parque abre diariamente, confira os horários para cada época do ano.

Inclua já na sua listinha must go para a próxima visitinha à Manhattan!

High Line

Endereço: veja as ruas de acesso ao parque

The High Line - NY

The High Line - NY

The High Line - NY

The High Line - NY

The High Line - NY