Quarto de Casal: 7 dicas para decorar o seu

O quarto de casal é um ambiente que quanto mais aconchegante e agradável possível, melhor, ainda mais quando ele acumula algumas funções além de dormir, como trabalhar, ver TV, ler e até meditar…por isso, vale investir na decoração para que o espaço seja muito bem planejado e funcional!

Confira sete dicas imperdíveis da arquiteta Liliana Zenaro, para ter um quarto de casal aconchegante, funcional e agradável:

1. Cama: a cama é o ponto de partida do quarto, portanto faça a escolha considerando a beleza, conforto, praticidade e sua proporção dentro do espaço. Camas tipo box ou de marcenaria sob medida, são interessantes porque permitem customizar a cabeceira e adicionar um charme extra ao quarto. Além disso, oferecem a possibilidade de embutir gavetões, que aproveitam o espaço perdido e são perfeitos para guardar roupa de cama e banho;

2. Cabeceira: a parede atrás da cabeceira da cama merece um certo destaque, os painéis de madeira com iluminação podem fazer as vezes de cabeceira e ao mesmo tempo, servir de apoio para livros e quadros. Se for possível executar um nicho embutido na alvenaria, pode ser bem útil para deixar objetos à mão e criar um elemento decorativo;

3. Apoio no pé da cama: sempre que o espaço permitir, adicione um banco tipo baú na frente da cama. Ele poderá ser utilizado para guardar as almofadas e colchas decorativas usadas durante o dia, e também servirá como apoio para se calçar;

4. Mesinha lateral: também conhecida como criado-mudo ou mesinha de apoio, ela é uma peça indispensável do ponto de vista funcional, pois é perfeita para apoiar notebooks, livros, luminárias e outros objetos de decoração…por ela ser um dos focos de atenção do quarto, vale apostar em um modelo com design diferenciado. Para evitar a desarmonia entre o tamanho da cama e o criado-mudo, uma ótima alternativa é executá-lo sob medida, com gavetas ou nichos abertos, e usá-los com rodízios para ficarem mais versáteis. E dependendo do espaço disponível, é possível fazer até mesmo uma bancada de trabalho no lugar da mesinha lateral;

5. Armários: com a distribuição acertada, é hora de planejar o guarda-roupa, assim como a cama, ele ocupa  um grande espaço no quarto, por isso, invista em revestimentos e modelos leves. Portas inteiras, sem gavetas aparentes, cores claras e o uso de espelhos, são dicas certeiras para não carregar o visual. Se o espaço for apertado, prefira as portas de correr, pois ocupam menos espaço quando abertas e possuem uma profundidade maior do que os que usam portas de abrir…o ideal é calcular pelo menos 60cm livres para a passagem, medida mínima para ter conforto na circulação. Para planejar a divisão interna e perfeita do armário, faça uma relação de todas as suas peças de roupas, sapatos, bolsas e acessórios, e calcule o número de gavetas, prateleiras, cabideiros e nichos necessários para organizar tudo. Quanto maior a abertura da porta, melhor será a visualização interna do armário. Prefira gavetas com frentes transparentes, pois agilizam a localização das peças;

6. TV: para quem não dispensa uma televisão no quarto, o ideal é que ela seja colocada em um painel ou instalada diretamente na parede na frente da cama. Uma prateleira ou um rack são indicados para acomodar os equipamentos necessários e esconder os fios;

7. Iluminação: um bom projeto de iluminação é crucial para o ambiente ser ao mesmo tempo funcional e acolhedor. Se a leitura for um hábito, use luminárias com facho direcionável, e não esqueça de projetar os interruptores na entrada do quarto e na cabeceira da cama.